Chegam a ser ridículos os ataques proferidos pela mídia à nossa atual prefeita Luiziane Lins, é notório que o jornalismo local, cito o que mais ibope tem, que é a verdes mares, tanto na mídia televisiva quanto na mídia escrita, vem atacando de todas as maneiras, possíveis e impossíveis nossa atual prefeita. Não defendo aqui Luiziane como uma pessoa ou figura política, e sim, cobro desses meios, a imparcialidade, pois nada mais queremos da mídia do que um jornalismo sério e imparcial, algo no qual possamos nos apoiar e não que seja uma ferramenta de "lavagem cerebral" das massas

Quanto vale a ética de uma pessoa? Um repórter se vende por três ou quatro mil reais de salário mensal e um convênio médico... É isso que vale a ética? Quatro Mil reais no máximo?

Ética não se compra, pelo menos na teoria não, pois na prática, vemos diariamente exemplos do contrario, e nós, os simples cidadãos, a "massa" como eles costumam chamar, só nos tornamos ainda mais manipuláveis, pois a maioria se deixa enganar por essa corja de falsários, de enganadores, de ludibriadores da verdade, em época de eleições meus amigos, vale de tudo, de manipular a mídia, até mesmo roubar pirulito de criança... Será que esse vai ser o próximo passo dos "coronéis"? Será que vivemos ainda a época feudal?

É lamentável meus amigos... A mídia que se auto-intitula defensora dos "pobres e oprimidos", defensora da população, órgão fiscalizador, nada mais é do que o órgão manipulador.

Pasmem.