É uma grande palhaçada ver a prefeitura de Fortaleza falar de polo de informática quando recebeu do Governo Federal um projeto chamado Casa Brasil, do qual se inscreveu, voluntariamente, para ser representante legal e o que ocorreu é que a representatividade deles era unica e exclusivamente aos focos dos holofotes pois no que diz respeito a sustentabilidade do projeto, que eles deveriam zelar, nunca o fizeram.
Temos hoje várias unidades que não estão sucateadas pela boa vontade dos bolsistas do projeto, que mesmo sem receber por irresponsabilidade da prefeitura que raramente se mobilizava para fazer os tramites legais de regularização de bolsas e recursos para as unidades.
Ainda hoje vários bolsistas têm bolsas que nunca receberam e provavelmente nunca receberão.
Ainda vejo Cristiano Therrien, o dito nomeado "responsável legal" pelo Casa Brasil se manifestando nesses comentários. Aproveitem cada letra dele, pois raramente elas são vistas. É impossível contatar a pessoa que era para fazer a ponte do projeto.
A unidade Vila União já foi paralisada e a tendência é que o mesmo aconteça com as unidades Vila União e Antônio Bezerra.
Antes de querer achar que sabem falar sobre políticas de Inclusão Digital, cumpram seus papéis. Vocês deixaram comunidades que necessitam desamparadas, deixaram bolsistas desamparados. A Prefeitura de Fortaleza não tem o menor embasamento prático, teórico e MORAL para falar de políticas de ID.
O poder político é temporário, se a Prefeitura trabalhasse de forma decente e cumprindo com seu papel, nenhum constrangimento desse tipo seria feito.
Eu sinceramente não sei até que ponto o poder, o dinheiro, a ganância pode guiar pessoas e gestões. Não sei o propósito de vida dos gestores, só peço que não falem de ID, ver a prefeitura falando de ID e como ver um estuprador falando de respeito, como ver um ditador falando de liberdade... Vocês ferem, com suas falácias, aqueles que realmente lutam pela ID.
Fiquem com o poder, com o dinheiro, mas deixem quem quer fazer inclusão digital de verdade trabalhar sem ter que ler essas palavras mentirosas saindo dos seus dedos porcos imundos de imoralidade e desrespeito por quem faz ID com seriedade, vontade e responsabilidade.

É uma grande palhaçada ver a prefeitura de Fortaleza falar de polo de informática quando recebeu do Governo Federal um projeto chamado Casa Brasil, do qual se inscreveu, voluntariamente, para ser representante legal e o que ocorreu é que a representatividade deles era unica e exclusivamente aos focos dos holofotes pois no que diz respeito a sustentabilidade do projeto, que eles deveriam zelar, nunca o fizeram.

Temos hoje várias unidades que não estão sucateadas pela boa vontade dos bolsistas do projeto, que mesmo sem receber por irresponsabilidade da prefeitura que raramente se mobilizava para fazer os tramites legais de regularização de bolsas e recursos para as unidades.

Ainda hoje vários bolsistas têm bolsas que nunca receberam e provavelmente nunca receberão.

Ainda vejo Cristiano Therrien, o dito nomeado "responsável legal" pelo Casa Brasil se manifestando nesses comentários. Aproveitem cada letra dele, pois raramente elas são vistas. É impossível contatar a pessoa que era para fazer a ponte do projeto.

A unidade Vila União já foi paralisada e a tendência é que o mesmo aconteça com as unidades Vila União e Antônio Bezerra.

Antes de querer achar que sabem falar sobre políticas de Inclusão Digital, cumpram seus papéis. Vocês deixaram comunidades que necessitam desamparadas, deixaram bolsistas desamparados. A Prefeitura de Fortaleza não tem o menor embasamento prático, teórico e MORAL para falar de políticas de ID.

O poder político é temporário, se a Prefeitura trabalhasse de forma decente e cumprindo com seu papel, nenhum constrangimento desse tipo seria feito.

Eu sinceramente não sei até que ponto o poder, o dinheiro, a ganância pode guiar pessoas e gestões. Não sei o propósito de vida dos gestores, só peço que não falem de ID, ver a prefeitura falando de ID e como ver um estuprador falando de respeito, como ver um ditador falando de liberdade... Vocês ferem, com suas falácias, aqueles que realmente lutam pela ID.

Fiquem com o poder, com o dinheiro, mas deixem quem quer fazer inclusão digital de verdade trabalhar sem ter que ler essas palavras mentirosas saindo dos seus dedos porcos imundos de imoralidade e desrespeito por quem faz ID com seriedade, vontade e responsabilidade.

A notícia pode ser vista no site do Jornal O Povo no seguinte link: http://opovo.uol.com.br/politica/925506.html