Eu estava hoje curtindo o feriado e descansando por conta de uma gripe que me derrubou, daí comecei a assistir o Repórter Eco na TV Cultura.

A primeira matéria tratou de um assunto que eu tento acompanhar atentamente, que é a produção de lixo tecnológico... Mas algo me deixou pasmo.  O programa fez uma citação sobre o material necessário para se produzir um computador de mesa com monitor de 17 polegadas que tem como fonte um estudo feito pela ONU que eu ainda não achei.

O dado que me deixou atônito foi o seguinte: Para produzir um computador de mesa com um monitor de 17 polegadas são gastas 2 toneladas de matéria prima, 22 quilos só de produto químico e vários litros de água pura para a fabricação dos Chips.

A reciclagem de computadores é algo delicado, como a própria reportagem também abordou:  " Se nós dermos o micro para uma empresa de reciclagem e ela é especializada em uma determinada área - ou é plástico, ou é metal ou placa, o que ela faz? Ela pega o que interessa e o resto tem um destino desconhecido. Ou ,às vezes ,vai para o aterro sanitário, mas do nosso ponto de vista isso não é sustentável". Tendo em vista isso, cada vez mais se ver a necessidade de maiores investimentos e divulgação de iniciativas de MetaReciclagem.

Esses dias eu estava lendo no Diário do Nordeste e também vi no próprio Repórter Eco que também segundo a ONU o Brasil é o país emergente que mais produz e-lixo.

A ONG Ceará em Foco: Antenas e Raízes, da qual faço parte, tem feito todos os esforços no sentido de virar um centro de coleta de e-lixo e em um dos seus eixos de atuação, ela trata da MetaReciclagem.

Em breve a ONG estará firmando acordo com locais que podem ajudar na questão da coleta e também na logística de transporte afim de viabilizar ainda mais essa iniciativa. Este ano faremos um posto de coleta durante o FLISOL de Fortaleza que ocorrerá no Sábado do dia 24 de Abril deste ano. Se você tem um computador parado é uma ótima oportunidade de descartá-lo de maneira ambientalmente correta.

Os computadores resultantes dessa coleta servem para subsistência da própria sistemática de recolhimento, doações para centros comunitários e bibliotecas que não recebem esse amparo do primeiro setor.

Se você tem interesse em firmar uma parceria com a ONG, pode ajudar na logística, pode ser posto de coleta, tem qualquer proposta que vise melhorar esta sistemática ou quer tentar ajudar de qualquer outra maneira, entre em contato com a ONG através do email: cearaemfoco em cearaemfoco.org.br. Toda ajuda é sempre muito bem vinda.

É isso aí pessoal, vamos evitar o consumismo desenfreado e aproveitar ao máximo os recursos que temos. Pensar bem antes de comprar um novo computador e pensar ainda melhor na maneira que iremos descartar o antigo.

Fonte das citações do Repórter Eco: http://www2.tvcultura.com.br/reportereco/materia.asp?materiaid=1137