Arquivo para a Categoria ‘liberdade’

Palestras sobre Software Livre na Estácio/FIC

Logo da Tux-CE A Tux-CE ministrará três palestras sobre Software Livre na Faculdade Estácio/FIC, Campus Aldeota. As palestras serão:
  • Cultura Hacker e o Software Livre
  • Introdução ao Linux
  • Contribuindo com o Software Livre
O ciclo de palestras terá início a partir das 8h da manhã deste Sábado do dia 27 de Agosto de 2011 e ocorrerá no Mini-Auditório. O evento é gratuito, compareçam!

Projeto de lei visa acabar com os paredões de som

Hoje recebi no e-mail uma daquelas mensagens sem respaldo de fonte, mas como a notícia me interessava, busquei me iterar do assunto e fui pesquisar.

A mensagem tratava de um projeto de lei municipal que visa regular (diferente de proibir) o uso de equipamentos de som voltados para o ambiente e não para o interior do veículo, os vulgos "paredões de som".

Depois de ver o e-mail, fui aos sites de busca e pude ver que o projeto é verídico e mais, o vereador que é autor do projeto de lei está, inclusive, recebendo ameaças de morte, como consta nesta reportagem do jornal "O Estado".

O projeto pode ser acompanhado pelo site da Câmara Municipal de Fortaleza, na parte de "Tramitações".  Você o achará no formato abaixo:

Tipo de Documento: 01 - Projeto - Lei
Nº do Documento: 0198/09
Autor: GUILHERME SAMPAIO
Data da Entrada: quarta-feira, 6 de maio de 2009
Ementa: ESTABELECE A OBRIGATORIEDADE DA EMISSÃO DE LICENÇA PARA A MONTAGEM DE EQUIPAMENTOS DE SOM AUTOMOTIVOS, NA FORMA QUE INDICA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
(Atualizado no dia 22 de Fevereiro de 2010)

Pesquisando no site do próprio vereador, pude ver que haverá uma discussão sobre o projeto no dia 26, sexta feira, na Câmara e caso alguém queira ir, ela terá início às 9h.

Para terem ideia da seriedade da lei, ela contempla o uso profissional do equipamento de som e também o uso para esportes, desde que obedecida a legislação, ou seja, só quem vai sair "prejudicado", são aqueles que usam o equipamento unica e exclusivamente para perturbar a paz.

Segue abaixo a lista, retirada do site do autor do projeto, de alguns pontos que o projeto de lei contempla:

- Fica condicionada à emissão de licença pelo órgão municipal competente a montagem de equipamentos de som automotivo cujos altofalantes não estejam voltados para o interior do veículo.

- Para conseguir esta licença, o proprietário do veículo deve enviar requerimento por escrito à autoridade competente, ao qual será anexada cópia autenticada do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. Ele também deve comprovar a justa necessidade do equipamento de som para uso profissional.

- Também terão direito à licença os membros de associações de usuários de sons automotivos, que participam de competições e eventos culturais e desportivos do setor.

- Para conseguir a licença de que trata o tópico anterior, terão de ser atendidas as seguintes exigências: somente serão reconhecidas as associações formalmente constituídas e cadastradas no poder público municipal, na forma que dispuser regulamento desta lei e, ainda, os associados deverão passar por curso de educação ambiental, desenvolvidos por entidades reconhecidas pelo poder público municipal, com carga horária não inferior a 15 (quinze) horas.

- O deslocamento do equipamento licenciado deverá ser feito obrigatoriamente com o mesmo desligado e protegido com capa acústica, a qual deverá cobrir integralmente os cones dos altofalantes, sob pena de revogação da licença e aplicação de multa. Fica obrigatória a condução da licença nos veículos com equipamentos licenciados.

- Os donos de veículos com equipamentos sonoros já instaladosem desconformidade com a presente lei, terão o prazo de 120 (cento e vinte) dias para regularizar a situação perante o órgão municipal competente, a partir das exigências e condições estabelecidas pela Lei do Paredão.

É isso aí, pessoal... Quem tiver disponibilidade de tempo e quiser apoiar o projeto de lei, faça-se presente na Câmara de Vereadores de Fortaleza no dia 26, sexta-feira, às 9h.

Prefeitura de Fortaleza no O Povo falando sobre Inclusão Digital

É uma grande palhaçada ver a prefeitura de Fortaleza falar de polo de informática quando recebeu do Governo Federal um projeto chamado Casa Brasil, do qual se inscreveu, voluntariamente, para ser representante legal e o que ocorreu é que a representatividade deles era unica e exclusivamente aos focos dos holofotes pois no que diz respeito a sustentabilidade do projeto, que eles deveriam zelar, nunca o fizeram.
Temos hoje várias unidades que não estão sucateadas pela boa vontade dos bolsistas do projeto, que mesmo sem receber por irresponsabilidade da prefeitura que raramente se mobilizava para fazer os tramites legais de regularização de bolsas e recursos para as unidades.
Ainda hoje vários bolsistas têm bolsas que nunca receberam e provavelmente nunca receberão.
Ainda vejo Cristiano Therrien, o dito nomeado "responsável legal" pelo Casa Brasil se manifestando nesses comentários. Aproveitem cada letra dele, pois raramente elas são vistas. É impossível contatar a pessoa que era para fazer a ponte do projeto.
A unidade Vila União já foi paralisada e a tendência é que o mesmo aconteça com as unidades Vila União e Antônio Bezerra.
Antes de querer achar que sabem falar sobre políticas de Inclusão Digital, cumpram seus papéis. Vocês deixaram comunidades que necessitam desamparadas, deixaram bolsistas desamparados. A Prefeitura de Fortaleza não tem o menor embasamento prático, teórico e MORAL para falar de políticas de ID.
O poder político é temporário, se a Prefeitura trabalhasse de forma decente e cumprindo com seu papel, nenhum constrangimento desse tipo seria feito.
Eu sinceramente não sei até que ponto o poder, o dinheiro, a ganância pode guiar pessoas e gestões. Não sei o propósito de vida dos gestores, só peço que não falem de ID, ver a prefeitura falando de ID e como ver um estuprador falando de respeito, como ver um ditador falando de liberdade... Vocês ferem, com suas falácias, aqueles que realmente lutam pela ID.
Fiquem com o poder, com o dinheiro, mas deixem quem quer fazer inclusão digital de verdade trabalhar sem ter que ler essas palavras mentirosas saindo dos seus dedos porcos imundos de imoralidade e desrespeito por quem faz ID com seriedade, vontade e responsabilidade.

É uma grande palhaçada ver a prefeitura de Fortaleza falar de polo de informática quando recebeu do Governo Federal um projeto chamado Casa Brasil, do qual se inscreveu, voluntariamente, para ser representante legal e o que ocorreu é que a representatividade deles era unica e exclusivamente aos focos dos holofotes pois no que diz respeito a sustentabilidade do projeto, que eles deveriam zelar, nunca o fizeram.

Temos hoje várias unidades que não estão sucateadas pela boa vontade dos bolsistas do projeto, que mesmo sem receber por irresponsabilidade da prefeitura que raramente se mobilizava para fazer os tramites legais de regularização de bolsas e recursos para as unidades.

Ainda hoje vários bolsistas têm bolsas que nunca receberam e provavelmente nunca receberão.

Ainda vejo Cristiano Therrien, o dito nomeado "responsável legal" pelo Casa Brasil se manifestando nesses comentários. Aproveitem cada letra dele, pois raramente elas são vistas. É impossível contatar a pessoa que era para fazer a ponte do projeto.

A unidade Vila União já foi paralisada e a tendência é que o mesmo aconteça com as unidades Vila União e Antônio Bezerra.

Antes de querer achar que sabem falar sobre políticas de Inclusão Digital, cumpram seus papéis. Vocês deixaram comunidades que necessitam desamparadas, deixaram bolsistas desamparados. A Prefeitura de Fortaleza não tem o menor embasamento prático, teórico e MORAL para falar de políticas de ID.

O poder político é temporário, se a Prefeitura trabalhasse de forma decente e cumprindo com seu papel, nenhum constrangimento desse tipo seria feito.

Eu sinceramente não sei até que ponto o poder, o dinheiro, a ganância pode guiar pessoas e gestões. Não sei o propósito de vida dos gestores, só peço que não falem de ID, ver a prefeitura falando de ID e como ver um estuprador falando de respeito, como ver um ditador falando de liberdade... Vocês ferem, com suas falácias, aqueles que realmente lutam pela ID.

Fiquem com o poder, com o dinheiro, mas deixem quem quer fazer inclusão digital de verdade trabalhar sem ter que ler essas palavras mentirosas saindo dos seus dedos porcos imundos de imoralidade e desrespeito por quem faz ID com seriedade, vontade e responsabilidade.

A notícia pode ser vista no site do Jornal O Povo no seguinte link: http://opovo.uol.com.br/politica/925506.html

Ligue Agora!

Fim da meia entrada nos finais de semana e feriado?

Parece até brincadeira mas é bem mais sério do que se imagina. Já transita na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) o Projeto do Senado que visa extinguir a meia-entrada para estudantes. E não serão somente os estudantes afetados com esse projeto, até os maiores de 60 anos entraram nesse boicote cultural. O projeto rege que a meia seja extinta nos finais de semana, feriados nacionais e locais. Agora se algum estudante quiser assistir a uma peça teatral, um filme ou coisa do tipo, terá que faltar aula para tanto, você escolhe a educação formal ou a cultura! Segundo o UOL: A relatora do projeto na Comissão de Educação é a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), que apresentou um substitutivo à matéria original, do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG). Nosso velho amigo Azeredo aprontando mais uma, inicialmente ele quis boicotar a liberdade e agora a cultura, qual será o próximo passo? Concordo aqui com a questão do maior controle na hora de emitir a carteira de estudante, mas de vetar o acesso a cultura, lazer e esporte? Isso já é um ABSURDO! Vejam a matéria na íntegra no site da UOL.
Para cima

Sobre mim

Gilfran Ribeiro é entusiasta de software livre, MetaRec e cultura livre.
Gosta de falar de política, futebol e religião com qualquer pessoa que goste de discutir assuntos e não pessoas.
Trabalha com consultoria, ainda insiste em trabalhar com a segurança de informação mas vai se livrar dessa área. Em breve espera trabalhar exclusivamente com inclusão sociodigital!